Biblioteca pública do Estado de Nova Gales do Sul, Sydney

A biblioteca pública situada no Estado de Nova Gales do Sul na cidade de Sydney, Austrália, concentra o maior acervo de manuscritos, artefatos, fotos e pinturas referentes à descoberta européia da Austrália.

Composta por dois edifícios construídos em épocas diferentes, a edificação  mais antiga possui a fachada direcionada para o Royal Botanic Gardens e apresenta em sua composição uma enorme estrutura em arenito, esculturas, ornamentos, uma grande porta central vermelha, além de um pórtico central e pilares robustos.

A biblioteca Mitchell (como é conhecido a primeira edificação) possui em sua entrada um átrio principal de pé direito duplo bastante espaçoso e elegante. O piso é feito com mosaico e mapas antigos referente ao continente australiano e seus mares. O átrio conduz à uma sala de leitura, ambos com o teto em vidro.

A sala de leitura é formada por extensas prateleiras de carvalho e escadarias que dão visão e acesso à outros níveis de pavimentos, sendo salas expositivas.

A segunda e mais recente edificação encontra-se para a Macquarie Street sendo composta por uma fachada de vidro com pé direito duplo. Conta ainda com uma escadaria em mármore branco no qual permite o acesso à salas de pesquisa e estudo, áreas de exposição e venda de produtos além de galerias com exibição de artes.

Os dois edifícios que compõem a biblioteca,  apresentam-se interligados por uma ponte de vidro.

A coleção de documentos hoje existentes deram-se com esforços em conjunto de um pequeno grupo de cavalheiros bem sucedidos de Sydney (como eram chamados na época) e que tinham como objetivo reunir livros nos quais apenas homens poderiam se tornar membros e teriam acesso aos livros. Por este fato, a biblioteca de Sydney foi exclusivamente destinada apenas à elite.

No século XIX a bibliteca de Sydney enfrentou alguns problemas, dentre estes, a dificuldade de acesso durante a noite por não haver iluminação elétrica ou à gás e pela ocorrência de reivindicações por não ser de fato uma biblioteca pública nacional.

Após alguns problemas de alocação apropriada dos documentos do prédio (devido ao grande número de acervos), foi construída a Biblioteca Mitchell entre os anos de 1906 e 1910.

Hoje a edificação encontra-se preservada e bastante frequentada inclusive por turistas pela sua importância para a história da Austrália, tendo em exibição manuscritos referente à flora local dentre outras coleções que fazem menção à época do descobrimento do continente.

Fontes:

http://virtual-journeys.com

http://www.sl.nsw.gov.au

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: